#cancerdemama            #outubrorosa


ARTIGOS


Desempenho e digestibilidade de leitões alimentados com rações contendo feno de alfafa e frutoligossacarídeo na fase inicial

Autores
Fábio Enrique Lemos Budiño, Joel Alberto Prezzi, Daniela Junqueira Rodrigues, Renato Pacheco Monferdini, Ivani Pozar Otsuk

Resumo

Foram realizados dois ensaios, ambos utilizando delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial (3x2), onde foram avaliados três níveis de inclusão de feno de alfafa (0,0%; 5,0% e 10,0%) e dois níveis de frutoligossacarídeo -  FOS (0,0% e 0,3%). No Ensaio 1, com o objetivo de avaliar o desempenho zootécnico, foram utilizados 72 leitões desmamados, de linhagem comercial, de ambos os sexos (1 macho + 1 fêmea/baia), seis repetições, com peso inicial de 5,95 ± 0,73kg, com idade aproximada de 21 dias. Não foi observada interação entre os fatores estudados. No período dos 21 aos 59 dias de idade o ganho de peso não apresentou diferenças entre os tratamentos. O grupo que consumiu ração com adição de 0,3% de FOS apresentou maior consumo em relação ao grupo controle (0,0% FOS). Observou-se melhora na conversão alimentar das dietas que não possuíam inclusão de FOS, porém, não houve diferença significativa entre a dieta controle e as demais dietas em relação aos níveis de alfafa. No Ensaio 2 determinou-se a digestibilidade dos nutrientes, o balanço nitrogenado e as energias digestível e metabolizável das rações. Concluiu-se que a inclusão de FOS incrementou o consumo de dietas ricas em alfafa. A adição do feno de alfafa reduziu os coeficientes de digestibilidade dos nutrientes com exceção do extrato etéreo, porém não influenciou o balanço do nitrogênio.

 

Palavras-chave: consumo de ração, conversão alimentar, ganho de peso, metabolismo,

Prebiótico.

Íntegra (PDF)

Veja todos os artigos



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir