#cancerdemama            #outubrorosa


ARTIGOS


Substituição total de leite em pó por soja micronizada e enzima para leitões desmamados

Autores
Lauro Lucchesi, Andreia Donizete Chagas, Natália Yoko Sitanaka, Fábio Enrique Lemos Budiño

Resumo

Objetivou-se avaliar o efeito da substituição do leite em pó (LP) por soja micronizada (SM) e soja micronizada com enzima b-mananase (SME) sobre o desempenho dos animais e análise econômica. Foram utilizados 36 leitões machos, desmamados aos 21 dias de idade, com peso médio inicial de 6,41 ± 0,52 kg, em delineamento em blocos ao acaso com três tratamentos e doze repetições. As dietas foram divididas em três fases: fase I, de 0 a 14 dias, fase II de 14 a 28 dias e fase III de 28 a 42 dias do período experimental. Para o desempenho, avaliou-se o consumo diário de ração – CDR, ganho de peso diário – GPD e a conversão alimentar – CA. Foi avaliada também a viabilidade econômica. De 0-14 dias, SM diferiu (P<0,05) SME para CDR, LP diferiu (P<0,05) de SM para GDR e CA. De 14-28 dias, houve diferença (P<0,05) entre LP e os demais tratamentos para GPD. De 28 a 42 dias, não houve diferença (P>0,05) entre os tratamentos. Considerando-se todas as variáveis no período total do experimento (0 a 42 dias), o GDP foi maior (P<0,05) para LP e SME quando comparado a SM, e a CA foi menor (P<0,05) para LP quando comparada aos demais. Na avaliação econômica a substituição de LP por SM e SME apresentou uma redução de custo. Conclui-se que a substituição do leite em pó por soja micronizada com adição da enzima é possível, considerando o período de 42 dias pós desmama. A enzima b-mananase com a soja micronizada melhora o desempenho dos leitões na primeira fase pósdesmama. Economicamente, o uso da soja micronizada é viável.

Palavras-chave: b-mananase; desmame; nutrição; suínos

Fonte: Revista Brasileira de Ciência Veterinária, v. 23, n.1/2, p.87-92, 2016.


Íntegra (PDF)

Veja todos os artigos



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir