#cancerdemama            #outubrorosa


ARTIGOS


Desempenho ponderal de cordeiros da raça Santa Inês alimentados com silagem de soja

Autores
Josiane Aparecida de Lima, Eduardo Antonio da Cunha, Carla Ortega Calvo, Fernando de Oliveira Brito, Carlos Frederico de Carvalho Rodrigues, João Elzeário Castelo Branco Iapichini

Resumo

A silagem de soja é um volumoso estratégico, pois possibilita reduzir os gastos com concentrados protéicos, consistindo em uma fonte alternativa de proteína para suplementar a dieta dos ruminantes. Avaliou-se o efeito da silagem de soja sobre o ganho de peso de cordeiros Santa Inês confinados. Foram utilizados 24 cordeiros (peso médio inicial de 15 kg e idade média de 60 dias) distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso, nos seguintes tratamentos: T1=40% de silagem de soja+60% de silagem de milho, T2=60% de silagem de soja+40% de silagem de milho, T3=silagem de soja e T4=silagem de milho, com seis repetições. O período experimental teve a duração de 75 dias, sendo os 15 primeiros para adaptação dos animais. Os cordeiros que receberam a silagem exclusiva de milho foram suplementados com concentrado protéico (16% de PB), perfazendo 30% do consumo de matéria seca. A silagem de soja, pura ou em associação com a silagem de milho, proporcionou ganhos de peso estatisticamente iguais à silagem exclusiva de milho suplementada com concentrado, respectivamente 163, 202, 210 e 214 g/animal/dia para os tratamentos T1, T2, T3 e T4. Conclui-se que a silagem de soja é uma opção de volumoso para terminação de ovinos, pois proporciona ganho médio diário de peso semelhante à silagem de milho suplementada com concentrado protéico. A utilização da silagem de soja na alimentação de ovinos constitui-se em estratégia para reduzir os gastos com aquisição de concentrados protéicos.

 

Palavras–chave: confinamento de ovinos, desempenho animal, nutrição de ovinos, silagem de

Leguminosa

 

Ponderal development of lambs of the Santa Inez breed fed soybean silage1

Abstract: Soybean silage is strategic roughage, since it enables to reduce the expenses on protein concentrates, consisting into an alternative source of protein to supplement the diet of ruminants. The effect of soybean silage on the weight gain of Santa Inez lambs in dry lot was evalauted. 24 lambs (early average weight of 15 kg and average weight of 60 days) were utilized, distributed into a completely randomized, in the following treatments: T1=40% of soybean silage+60% corn silage, T2=60% of soybean silage+40% of corn silage, T3=soybean silage and T4=corn silage, with six replicates. The experimental period lasted 75 days, the first 15 days being for the animals´ adaptation. The lambs which were given the only-corn silage were supplemented with protein concentrate (16% of CP), amounting to 30% of dry matter intake. Soybean silage, either pure or in association with corn silage, provided weights statistically equal to the only-corn silage supplemented with concentrate, respectively 163, 202, 210 and 214 g/animal/day for treatments T1, T2, T3 and T4. It follows that soybean silage is an option of roughage for finishing sheep, for it provides average weight similar to corn silage supplemented with protein concentrate. Use of soybean silage in sheep feeding constitutes a strategy to reduce the expenses on the purchasing of protein concentrates.

 

Key words:, sheep drylot, animal performance, nutrition of sheep, legume silage.

Íntegra (PDF)

Veja todos os artigos



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir