Correlações entre medidas corporais e caracteristicas das carcaças de tourinhos Nelore terminados em confinamento

  • Bruna Laurindo Rosa Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Alexandre Amstalden Moraes Sampaio Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Emanuel Almeida de Oliveira Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Wignez Henrique Polo Regional do Desenvolvimento Tecnológicos dos Agronegócios Centro Norte, Unidade de Pesquisa de Desenvolvimento, São José do Rio Preto, SP
  • Thiago Martins Pivaro Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, SP
  • Antônio Tadeu de Andrade Polo Regional do Desenvolvimento Tecnológicos dos Agronegócios Centro Norte, Unidade de Pesquisa de Desenvolvimento, São José do Rio Preto, SP
  • Alexandre Rodrigo Mendes Fernandes Universidade Federal da Grande Dourados, Faculdade de Ciências Agrárias, Dourados, MS
  • Diego Azevedo Mota Universidade Federal da Fronteira Sul, Erechim, RS
Palavras-chave: biometria, bovinos, imagens ultrassônicas, rendimento de carcaça

Resumo

Neste trabalho objetivou-se avaliar correlações de Pearson entre medidas corporais, características produtivas e das carcaças de 35 tourinhos da raça Nelore, confinados por 96 dias, com 402±14,90 kg e 18 meses de idade. Foram efetuadas pesagens, tomadas de imagens ultrassônicas e 14 mensurações no início de cada período experimental e antes do abate, totalizando quatro avaliações de peso, de imagens ultrassônicas e de medições por animal. Para a avaliação das medidas corporais e das imagens ultrassônicas com as características de carcaça foram considerados os valores da última medição. As imagens foram feitas juntamente com a pesagem dos animais e as medidas obtidas com fita métrica e bengala zoométrica, sendo essas correlacionadas entre si e com as características produtivas e da carcaça. Nas medições de área de olho de lombo com ultrassom, foram encontradas associações positivas com comprimento de corpo (0,32), de garupa (0,36) e de coxa (0,20); altura da cernelha (0,20) e contorno pelviano (0,38) (P<0,05). As variáveis alturas da garupa e do tórax, larguras de peito e de ísquios, e perímetro torácico apresentaram correlações positivas com duas ou mais características produtivas de interesse econômico, como peso ao abate, peso de carcaça quente e rendimento de carcaça (P<0,05). Correlações significativas foram encontradas para grande parte das variáveis estudadas. Medidas corporais lineares, como as de comprimento e altura surgem como uma ferramenta que pode vir a auxiliar na formação de lotes mais homogêneos e na predição do ponto de abate, juntamente com o peso dos animais.
Publicado
22-04-2014
Como Citar
Rosa, B., Sampaio, A., Oliveira, E., Henrique, W., Pivaro, T., Andrade, A., Fernandes, A., & Mota, D. (2014). Correlações entre medidas corporais e caracteristicas das carcaças de tourinhos Nelore terminados em confinamento. Boletim De Indústria Animal, 71(4), 371-380. https://doi.org/10.17523/bia.v71n4p371
Seção
MÉTODOS QUANTITATIVOS E ECONOMIA

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)