Efeito da irrigação de pastagens em índices técnicos e gerenciais de propriedades leiteiras

  • Flávio de Moraes MSc. Médico Veterinário autônomo.
  • Marcos Aurélio Lopes Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Medicina Veterinária, Lavras, MG.
  • Fábio Raphael Pascotti Bruhn Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Medicina Veterinária, Lavras, MG.
  • Francisval Melo de Carvalho Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Medicina Veterinária, Lavras, MG.
  • André Luis Ribeiro Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Economia Rural, Lavras, MG.
  • Eduardo Mitke Brandão Reis Universidade Federal do Acre, Centro de Ciências Biológicas e da Natureza, Rio Branco, AC, Brasil
Palavras-chave: bovinocultura de leite, gerenciamento, índices zootécnicos e gerenciais, Programa "Balde Cheio"

Resumo

Objetivou-se estudar o efeito da utilização, ou não, da irrigação de pastagens em índices técnicos e gerenciais de 20 unidades demonstrativas (UD), participantes do programa “Balde Cheio”, no estado do Rio de Janeiro, no período de janeiro a dezembro de 2011. Obteve-se relação matriz/mão de obra, animais no rebanho/mão de obra e produção de leite/mão de obra, animais/área de produção, percentagem de vacas em lactação, além da produção de leite. Analisou-se a rentabilidade considerando a margem bruta, a margem líquida, o resultado (lucro ou prejuízo), e a lucratividade. Os dados foram analisados utilizando-se o software PASW 18.0. A utilização da irrigação de pastagens não alterou significativamente os índices avaliados. As maiores lucratividades e rentabilidades das propriedades que utilizam irrigação de pastagens foram consequência de melhores índices de produtividade animal/dia e por ha/ano. Quando considerados os indicadores margem bruta, líquida e resultado, utilizando a receita total, há descapitalização dos pecuaristas.
Publicado
07-02-2015
Como Citar
Moraes, F., Lopes, M., Bruhn, F., Carvalho, F., Ribeiro, A., & Reis, E. (2015). Efeito da irrigação de pastagens em índices técnicos e gerenciais de propriedades leiteiras. Boletim De Indústria Animal, 72(2), 136-142. https://doi.org/10.17523/bia.v72n2p136
Seção
SISTEMA DE PRODUÇÃO E AGRONEGÓCIOS