Suplementação de L-Valina e L-Glutamina+L-Ácido glutâmico em dietas de leitões desmamados

  • Naiara Diedrich Rodrigues MCassab – Nutrição Animal, São Paulo, SP
  • Ana Maria Bridi Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
  • Eduardo Nogueira Ajinomoto Animal Nutrition, Limeira, SP, Brasil
  • Eduardo Raele Oliveira Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
  • Roberta Abrami Monteiro Silva Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
  • Arturo Pardo Lozano Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
  • Aliny Ketlim Novais Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
  • Giovani Frederico Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
  • Caio Abercio da Silva Universidade Estadual de Londrina, Departamento de Zootecnia, Londrina, PR
Palavras-chave: creche, desempenho, intestino, suínos.

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos da suplementação dietética de L-Valina e L-Glutamina + L-Ácido Glutâmico para leitões desmamados sobre o desempenho, frequência de diarreia, peso dos órgãos, pH da digesta, morfologia intestinal e viabilidade econômica. Foram utilizados 72 leitões com 7,53 ± 0,84 kg de peso vivo e 24 dias de idade, submetidos a quatro tratamentos, dos 24 aos 46 dias de idade, correspondendo às dietas sem suplementação dos aminoácidos ou dieta controle (DC), com suplementação de glutamina + ácido glutâmico (DG), com glutamina + ácido glutâmico + valina (DGV), e com valina (DV). Foram estabelecidas duas fases sequenciais, pré-inicial I e pré-inicial II, com duração de 12 e 11 dias, respectivamente. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis repetições e três suínos por unidade experimental. Nove dias após o desmame, aos 32 dias de idade, um leitão por baia foi abatido para avaliar o peso dos órgãos, pH da digesta e a morfologia intestinal. Dos 47 aos 65 dias todos os animais receberam uma única dieta. Não foram observados efeitos para o desempenho nas fases pré-inicial I e II, porém para o período total avaliado (24 a 65 dias de idade) os leitões previamente alimentados com DGV consumiram menos ração e apresentaram melhor conversão alimentar em relação aos animais do grupo DV. Para os parâmetros morfométricos, a DG, comparativamente à DC e DV, proporcionou maior profundidade de cripta do íleo. Houve vantagem econômica para as rações suplementadas com L-Valina e L-Glutamina + L-Ácido Glutâmico, validando seu uso na dieta de leitões desmamados até os 46 dias de idade. 
Publicado
05-10-2015
Como Citar
Rodrigues, N., Bridi, A., Nogueira, E., Oliveira, E., Silva, R., Lozano, A., Novais, A., Frederico, G., & Silva, C. (2015). Suplementação de L-Valina e L-Glutamina+L-Ácido glutâmico em dietas de leitões desmamados. Boletim De Indústria Animal, 72(3), 251-260. https://doi.org/10.17523/bia.v72n3p251
Seção
NUTRIÇÃO ANIMAL

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)