Rebaixamento do capim-marandu para o diferimento e seus efeitos sobre índice de área foliar e número de meristemas apicais

  • R. M. Carvalho Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • B. H. R. Carvalho Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • W. B. Fernandes Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • K. M. Alves Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • D. O. C. Sousa Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • G. F. Silva Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
  • M. E. R. Santos Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG
Palavras-chave: altura do dossel, Brachiaria brizantha, estrutura do dossel, plasticidade fenotípica

Resumo

Objetivou-se compreender como a estratégia de desfolhação prévia ao período de diferimento modifica a estrutura da Brachiaria brizantha cv. Marandu (capim-marandu) no início do diferimento. Três estratégias de desfolhação avaliadas foram 15/15 cm: dossel com 15 cm nos três meses antecedentes ao diferimento; 30/15 cm: dossel com 30 cm nos três meses prévios e rebaixado para 15 cm no início do diferimento; 45/15 cm: dossel com 45 cm nos três meses prévios e rebaixado para 15 cm no início do diferimento. O delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições foi utilizado. Em comparação aos dosséis com 30/15 cm e 45/15 cm, o dossel com 15/15 cm apresentou maior (P<0,0001) número de perfilho, sobretudo perfilhos com meristema apical (P=0,0004) após o corte, bem como superior massa de forragem (P=0,0071), porcentagem de lâmina foliar viva (P=0,0005), altura da planta estendida (P=0,0304), índice de horizontalidade (P=0,0110) e índice de área foliar remanescente (P<0,0001) após o corte para 15 cm. Por sua vez, os dosséis mais altos (30/15 cm e 45/15 cm) apresentaram maior peso dos perfilhos (P=0,0399), percentual de colmos vivos (P<0,0001), colmos mortos (P=0,0049) e lâminas foliares mortas (P<0,0077), e massa de serrapilheira (P=0,0028) após o corte. A manutenção do capim-marandu com 15 cm por três meses antes do diferimento promove maior índice de área foliar e número de perfilhos com meristema apical no dossel forrageiro, características que podem contribuir para aumentar o crescimento da planta durante o período de diferimento.

Publicado
30-09-2016
Como Citar
Carvalho, R., Carvalho, B., Fernandes, W., Alves, K., Sousa, D., Silva, G., & Santos, M. (2016). Rebaixamento do capim-marandu para o diferimento e seus efeitos sobre índice de área foliar e número de meristemas apicais. Boletim De Indústria Animal, 73(3), 212-219. https://doi.org/10.17523/bia.v73n3p212
Seção
FORRAGICULTURA E PASTAGENS

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)