#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul


NOTÍCIAS


08/07/2016

IZ abre inscrições para o curso “Atualização no controle da verminose em ruminantes”

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Genética e Reprodução Animal do Instituto de Zootecnia (IZ/APTA), está com inscrições abertas para o curso “Atualização no controle da verminose em ruminantes”.

O evento, sob a coordenação da pesquisadora
Cecília José Veríssimo, será realizado no dia 25 de julho, com carga horária de 8 horas. Serão disponibilizadas 100 vagas destinadas a produtores, técnicos e estudantes interessados no assunto. O investimento é de R$ 100.

A programação inclui as palestras: “
Situação atual da resistência anti-helmíntica: ovinos” ministrada pela pesquisadora Simone Méo Niciura, da Embrapa Pecuária Sudeste, localizada em São Carlos, SP; “Situação atual da resistência anti-helmíntica: bovinos” pela pesquisadora Cecília José Veríssimo; “Nutrição e verminose”, ministrada pelo pesquisador do IZ Mauro Sartori Bueno.

A última palestra abordará o p
otencial de controle da verminose com animais geneticamente resistentes, e será ministrada, também, pela pesquisadora Cecília José Veríssimo, do IZ. A aula prática: método Famacha© de avaliação da mucosa ocular, avaliação da condição corporal, dentição, colheita de fezes para exame em ovinos, será realizada sob a supervisão dos pesquisadores da Instituição Cecília José Veríssimo, Mauro Sartori Bueno e Luciana Morita Katiki.

De acordo com a coordenadora do curso, o evento é importante porque, nos dias atuais, a resistência dos vermes aos vermífugos é o principal entrave à criação de ovinos e o mesmo fenômeno está acontecendo com os bovinos, razão pela qual é necessário obter informações atualizadas sobre o controle da verminose em ambas espécies. O curso também conta com aula prática, na qual os produtores de ovinos aprenderão a avaliar a mucosa ocular para realizar tratamento seletivo nos ovinos (só trata quem estiver com problema). Dessa forma, deixa-se de utilizar vermífugo em todo o rebanho, o que, além da economia no sistema, ajuda a retardar o aparecimento da resistência ao antiparasitário.

Para mais informações e inscrições acesse:
http://www.iz.sp.gov.br/evento.php?id=241

Por Paulo de Toledo e Tatiana Kawakami.

 

Mais informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
Instituto de Zootecnia
(19) 3476.9804

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir