#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul


NOTÍCIAS


02/05/2017

Visitantes da Agrishow podem conhecer na prática o Sistema de produção de ovinos do IZ com raça Santa Inês e mestiças Dorper para produção de cordeiros

O Sistema de Produção IZ é referência no Sudeste do país, tecnologia hoje de alcance nacional

Produtores, técnicos e estudantes da área agrícola visitaram o Sistema de Produção Intensiva de Ovinos do Instituto de Zootecnia (IZ), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, na Agrishow 2017, em piquetes de pastagens com capim Aruana IZ-5.

Os pesquisadores do IZ Ricardo Lopes Dias da Costa e Mauro Sartori Bueno estão à disposição para falar sobre o Sistema Intensivo de Produção de Ovinos e o Programa de Seleção de Ovinos e Melhoramento Genético. No estande da Secretaria na Agrishow, o produtor poderá visitar os piquetes com seis borregas das raças Santa Inês e mestiças Santa Inês com Dorper, com a abordagem do Sistema Intensivo de Produção de Ovinos do IZ com capim Aruana (IZ-5).

As tecnologias do Instituto de Zootecnia em criação de ovinos proporcionaram aumentos nas taxas de lotação, no ganho de peso pré e pós desmame, na redução da idade do abate, quando comparados aos sistemas tradicionais de criação, que geram incrementos na rentabilidade econômica da atividade, o que proporciona um aumento da fixação da atividade e do homem no campo.

O sistema de produção de ovelhas e cordeiros do IZ reduz em 40% o tempo de abate, triplica o número de animais por hectare e aumenta em seis vezes a renda do produtor. O peso para abate está entre 30 e 40 quilos, com idade até seis meses. Há diminuição de custos de produção, aumento da eficiência produtiva, melhoria do produto final e diminuição dos resíduos no meio ambiente, consequentemente, maior sustentabilidade na produção de ovinos.

“Transferir as tecnologias geradas nos institutos de pesquisa da Secretaria para nosso produtor rural agregar renda a sua produção, além de conservar o meio ambiente, são recomendações do governador Geraldo Alckmin para nossa atuação pela agropecuária paulista”, lembrou o secretário Arnaldo Jardim.

Os trabalhos de pesquisa também abordam o uso de coprodutos agroindustriais; saudabilidade da carne de cordeiro; produção de metano, e o Programa de Seleção de Ovinos por meio do Consumo Alimentar Residual (CAR) de Ovinos.

De perto

Cerca de Estande IZ - 20 alunos do Projeto Jovem Agricultor do Futuro da Faesp/Senar ficaram surpresos e muito interessados em conhecer o sistema de produção de ovinos do IZ na Agrishow 2017 - foto Lisley Silvério As estudantes Livia Mendes de Almeida e Cauane Neves dos Santos, de 14 anos, disseram que “foi muito importante a visita para expandir os conhecimentos sobre a agropecuária”, pois foi a primeira vez que estão vendo as borregas em exposição.

Moises Ramos dos Santos, São Francisco do Guaporé (RO) – produtor de gado de leite e corte –, veio em busca de tecnologia para bovinos de leite em manejo e pastagens. Já o técnico agropecuário André Francisco Carneiro Leite de Carvalho, também de Rondônia, mostrou interesse no uso do Aruana para ovinos. “Soube da qualidade e características do Aruana, sabendo que o IZ é o mantenedor da cultivar, pretendo disseminar o assunto na minha região”, enfatizou.

O presidente da Associação dos Agricultores Familiares dos Assentamentos Rurais de Araras – Terra Boa, em Araras (SP), Clailton Aparecido Krepsch, que coordena cerca de 500 pessoas em produção agrícola e pecuária e comercializam por meio de cooperativas e da própria Associação, formará uma caravana para visitar o IZ. “Colocamos alimentos na mesa das pessoas e precisamos nos capacitar cada vez mais”, falou.

Claiton tem uma pequena produção de ovinos em uma área de seis hectares. Por ser uma área pequena, não é possível a produção de bovinos de leite ou corte, por isso o investimento em ovinos. “Já tive informações sobre o IZ e hoje com esta exposição vou agendar um dia de campo no Instituto para que outros produtores do assentamento possam conhecer o Sistema”, completou.

Melhor

O Programa de Melhoramento Genético de Ovinos da raça Santa Inês consiste na obtenção de resultados práticos sobre o efeito da seleção nos principais componentes econômicos, como crescimento, reprodução e carcaça. Ainda em 2017, pretende-se estabelecer o Programa também para a raça Dorper, além da seleção para Consumo Alimentar Residual.

De acordo com Ricardo Dias, na primeira fase será estabelecida e adequada a coleta de dados fenotípicos, principalmente para peso e resistência a verminose. Também já foram realizados os primeiros projetos com os cochos de medição automática de consumo (Intergado) com a finalidade de gerar conhecimento e padronizar os testes de seleção pelo sistema CAR.

A seleção de matrizes e reprodutores formará melhoradores de plantel quanto ao peso de nPesquisador do IZ Ricardo Lopes - foto Lisley Silverioascimento, peso de desmama, peso ao abate e resistência à verminose. O objetivo é selecionar animais mais eficientes, ou seja, que produzam mais com menor consumo.

A expectativa do pesquisador é, em breve, transferir a tecnologia e vender animais selecionados para o produtor. “No mercado já há procura por animais selecionados, com padronização de técnicas e características a serem selecionadas, com maior eficiência e sustentabilidade, além de produtos (carnes) mais saudáveis para o consumo humano”, destacou.

O IZ já presta serviços para avaliação e seleção de animais pelo CAR, além de análise de dados para avaliação de desempenho e avaliação genética de ovinos. A Unidade de Ovinos do IZ atua nas áreas de sanidade, nutrição, sistemas de produção, melhoramento genético, comportamento e bem-estar, reprodução e qualidade de carne.

O IZ está em dois estandes na Agrishow, um com o Programa de Seleção e Produção Intensiva de Ovinos e o outro no Caminho do Boi com a Vitrine de Tecnologia Sustentável para divulgar o sistema integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF), parceria da Rede de Fomento ILPF e Embrapa Meio Ambiente, além de pesquisas em melhoramento genético de bovinos de corte. A iniciativa mostrará os resultados que as tecnologias geram na cadeia de produção da carne.

 

Por Lisley Silvério (MTb. 26.194)
Assessora de Imprensa
Instituto de Zootecnia
Secretaria de Agricultura e Abastecimento SP

Fone: (19) 3476-9841
E-mail: lisley@iz.sp.gov.br
www.iz.sp.gov.br

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir