#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul


NOTÍCIAS


14/07/2008

IZ tem inscrições abertas para cursos em Genética e Citogenética (17e18/07 e 22a25/07)

O Instituto de Zootecnia (IZ-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA),  está com inscrições abertas para o e para o “2º Mini Curso de Citogenética de Animais de Interesse Zootécnico”, nos dias 17 e 18 de julho, e “Curso de ‘Western Blot’ aplicado à Genética e Zootecnia”, que ocorre de 22 a25 de julho, às 8 horas. Os cursos serão no IZ, em Nova Odessa (SP), as vagas são limitadas para 10 participantes cada evento.

 

O “2º Mini Curso de Citogenética de Animais de Interesse Zootécnico”, sob a Coordenação dos pesquisadores do IZ, doutoras Rita Maria Ladeira Pires e Keila Maria Roncato Duarte, tem por objetivo transmitir conhecimentos da técnica de citogenética (exame de cariótipo), teórico e prático. A Citogenética é a técnica que permite a identificação de anomalias cromossômicas em animais, e o exame de cariótipo ainda possibilita, no caso de animais silvestres, identificar famílias, sexo, e evolução.

 

As palestras serão sobre Citogenética aplicada à zootecnia; Coleta de amostra de sangue; cultura de linfócitos; Preparo das lâminas; Coloração Giemsa e comentário sobre as técnicas de bandeamento cromossômico; Análise microscópica dos cromossomos; Revelação de filme; Ampliação de fotos preto e branco; Apresentação e montagem de cariótipo de diferentes espécies.

 

De acordo com a pesquisadora, doutora Rita Maria Ladeira Pires, algumas anomalias não afetam o fenótipo, mas influenciam negativamente na reprodução e produção animal. “O exame de cariótipo permite a eliminação dos animais portadores de rearranjos cromossômicos”, diz Rita.

 

Já o “Curso ‘Western Blot’ aplicado à Genética e Zootecnia”, os pesquisadores pretendem apresentar, com teoria e prática, os conhecimentos da técnica de Gel de acrilamida (SDS PAGE e DAVIS) Western Blot. A coordenação deste encontro também é das pesquisadoras do IZ, doutoras Keila Maria Roncato Duarte e Rita Maria Ladeira Pires, e ainda conta com o professor e doutor Luiz Humberto Gomes da ESALQ/USP.

 

“No Brasil estão exigindo o teste “Western Blot” para confirmação de Aftosa. Este teste diferencia animais vacinados de outros animais doentes. Ele pode colaborar para confirmar o resultado do Elisa”, explica a pesquisadora Keila.

 

Nos quatro dias do curso serão abordados os temas: Separação de proteínas totais; Princípios; Métodos: denaturante e proteínas nativas; Tipos de gel; Extração de proteínas: tecidos animais, sangue, plantas e microrganismos; Isoenzimas: plicações; Identificações das proteínas no gel: azul brilhante de comassie e prata. Na aula prática, o participante fará extração de proteínas e preparo do gel.

 

Também será realizada Corrida de um gel; Transferência para membrana; Western Blot – princípios de imunologia e aplicações diretas do Western Blot ou Imunobloting. Nos dois últimos dias serão realizadas a Revelação do gel de proteínas e troubleshooting; Protocolos de revelação de Western blot; Revelação do Western blot e análise de resultados; Uso de softwares para análise de géis; Aplicações no agronegócio.

 

Mais informações no site do IZ www.iz.sp.gov.br, pelo telefone (19) 3466-9413 e e-mail eventos@iz.sp.gov.br . O IZ localiza-se na Avenida Heitor Penteado, 56, Centro.

 

 

Assessora de Comunicação Institucional - IZ
LISLEY SILVÉRIO - Jornalista resp.
Fone: (19) 3466.9434 Fax: 3466.9413
E-mail:
imprensa@iz.sp.gov.br | lisley@iz.sp.gov.br
www.iz.sp.gov.br

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir