#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 34 - Número: 2 - Pg: 301-308 - Ano: 1977


Autores
H. Barbosa, M. Gornt, A. A. Mendes, F. G. de C. Júnior.


Substituição parcial do farelo de soja por aminoácidos no desempenho de suínos em crescimento-terminação.
Resumo

Dois experimentos foram conduzidos, o primeiro com animais da raça landrace e, o segundo, com animais da raça duroc, para avaliar o efeito da substituição de parte do farelo de soja por aminoácidos sintéticos. Utilizaram-se nos dois ensaios 32 animais (16 landrace e 16 duroc), sendo metade machos castrados e metade fêmeas. O delineamento experimental adotado foi de blocos ao acaso, com arranjo fatorial 2 x 2. Os fatores foram rações (R) e sexos (S) e, as repetições, em número de 4. Após 70 dias de experimentação, concluiu-se que: a) para o ganho médio diário só houve diferença estatística significativa (P < 0,01) para efeito (S) e somente para animais da raça landrace; b) para o consumo de ração, machos consumiram significativamente mais alimento que fêmeas; c) não houve efeito significativo para a conversão alimentar; d) machos apresentaram sempre maior espessura de toucinho do que fêmeas.


Partial replacement of soybean meal by amino acid in the performance for growing—finishing swine.
Abstract

The aim of the study was to verify the effects of the partial replacement of soybean meal by amino acid in the performance for growing finishing swine. Two feeding experiments were conducted with length of 70 days. Data were collected on: daily gain, feed consumption, feed/gain and carcass characters (thickness. dressing percentage) statstica1 analysis of data allowed the following conclusions: 1 — Amino acid can be used as partial substitute of soybean meal. 2 — Barrows have consumed significantly more feed than gilts. 3 —— Feed efficiency have showed similar results among treatments. 4 — Barrows had incessantly more backfat dressing percentage than gilts. 5 — The economic factor associated to the market availability must be considered before introducing amino acids as commercial feed components for swine.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir