#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 27/28 - Número: único - Pg: 51-55 - Ano: 1970


Autores
A. J. Rodrigues, A. Spers, L. P. Neto, P. J. P. Leitão e F. de C. Junior.


Influência da ovarioectomia unilateral na vida reprodutiva das porcas.
Resumo

Estudou—se o índice de fertilidade, duração da gestação, número de leitões nascidos totais, nascidos, vivos e desmamados, pesos médios ao nascer, aos 21 e 36 dias, bem como o destino posterior das fêmeas e seus leitões, em porcas submetidas a ovaryocctomy unilateral.Ao final cio experimento, que teve a duração de 14 meses, constatou-se (itie as marrãs submetidas a ovariocctomia unilateral necessitaram de maior número de coberturas para serem fecundadas e produziram menor número de leitões nascidos e desmamados em relação as fêmeas intactas, submetidas ao mesmo processo de arraçoamento e manejo . Apenas 31,2% das fêmeas ovarioectomizadas unilateralmente foram fecundadas e deram cria em contraposição aos 100% das intactas.Diante dos resultados obtidos não se aconselha a ovarioectomia unilateral em fêmeas de suínos, como prática de criação, mesmo que seja para o aproveitamento de fêmeas de alto padrão.


The influence of unilateral ovaryectomy on sow reproductive life.
Abstract

After 365 days the results were statistically analized permitting the following conclusions:1 The ovariectomized gilts were breeded many more• times for conception in relation to the intact ones;2 — It didn’t have significant difference during the period of gestation in both treatments;


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir