#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 27/28 - Número: único - Pg: 91-100 - Ano: 1970


Autores
A. Spers, F. G. de C. Junior, J. J. N. Silveira.


Ração seca versus molhada na alimentação de suínos em crescimento e terminação.
Resumo

Comparou-se o emprego da ração seca versus molhada (com água) na proporção de 1 1 no arraçoamento de suínos em crescimento e terminação quanto aos ganhos em peso total e médio diário, consumos total médio diário, conversão alimentar e o custo da alimentação para a obtenção de 100 kg de peso vivo.O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados com 8 repetições e dois métodos de arraçoamento (ração seca e molhada), com total de 16 animais, sendo 8 machos castrados e 8 marrãs.Após 70 dias de prova, realizada na Estação Experimental de Nova Odessa, São Paulo, concluiu-se que:1 . Não houve efeito significativo. dos tratamentos nos ganhos em total e médio diário,2. Obtevese diferenças estatisticamente significativas (P < 0,05) Cm favor da ração molhada quanto ao consumo médio total dc alimento, conversão alimentar, custo da alimentação para a obtenção de 100 kg de peso vivo.


Dry ration versus wet ration for feeding growing finishing swine.
Abstract

The presente work had as subject to verify the value of the 1: 1 ration diluition with water.The treatments were:A — Dry ration (RS)B — Dilution with water 1 : 1 (RM)Sixteen pigs half of each sex, with 50 kg liveweight at the beginning of the experiment were used.1. There wasn’t significative differences for total and average daily liveweight gain, between the treatments.2. The diluition (RM) ration had significant effect (P<005) in relation to the lesser total feed consumption, better feed efficiency and lesser feeding cost than dry ration (RS)


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir