#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 10 - Número: único - Pg: 5-29 - Ano: 1948


Autores
L. P. Jordão e F. de P. Assis.


Persistência da produção leiteira no rebanho da Estação Experimental de Produção animal, Pindamonhangaba.
Resumo

Com as produções quinzenais, de 524 períodos de lactações, referentes às raças Holandesa malhada de preto, Guernsey, Normanda, RedeFolled, Ayrshire e Schwyz, criadas na Estação Experimental de Produção Animal, Pindamonhangaba, foram estudados os dois principais componentes da curva de lactação: máximo e persistência.
Em referência aos 382 períodos da lactação, das vacas Holandesas, foi estúdada a influência dos seguintes fatores sôbre a produção quinzenal máxima e a persistência: época de parição, mês de início da lactação, ordem de parição, período de serviço, idade da vaca por ocasião da primeira cria, nível de produção em 300 dias de lactação...


Não tem nota em inglês.
Abstract

The two principal components of the lactation curve, maximum and persistency, were studied with data resulting from the fortni ghtly production of 524 lactation periods of 300 days duration each, r&ating to cows Holstein, Guernsey, Normande, Reci Polled, Ayr shire and Brown Swiss, bred in the Animal Production Experiment Station of Pindamonhangaba. The 382 lactation periods of the Holstein cows were studied relating to tw following factors: calving season, initial month of lactation, calving number, service period, age of the cow by first calving, production level during 300 days, and source of each cow. The chief conclusions were...



Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir