#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 65 - Número: 2 - Pg: 107 - 113 - Ano: 2008


Autores
Maria Angela Machado Fernandes, Alda Lúcia Gomes Monteiro, César Henrique Espírito Candal Poli, Carina Simionato de Barros, Odilei Rogerio Prado, Andressa Santanna Natel


Características do lombo e cortes da carcaça de cordeiros Suffolk terminados em pasto e confinamento
Resumo

O trabalho avaliou as medidas objetivas do lombo e os pesos e rendimentos dos cortes da carcaça de cordeiros Suffolk terminados em quatro sistemas: (1) cordeiros desmamados aos 60 dias de idade e terminados em pasto; (2) cordeiros mantidos com suas mães terminados no mesmo pasto; (3) cordeiros mantidos com suas mães terminados no mesmo pasto recebendo suplementação em creep feeding (1% PV); (4) cordeiros desmamados aos 60 dias e confinados. Os cordeiros foram abatidos quando a média de peso vivo no tratamento atingiu 32-34kg. Após o resfriamento, as carcaças foram divididas longitudinalmente, sendo as meias-carcaças seccionadas em sete regiões: lombo, paleta, perna, costela verdadeira, costela falsa, pescoço e baixos. Sobre o lombo esquerdo tomaram-se as medidas de comprimento e profundidade máxima do músculo e espessura mínima e máxima de gordura. Foi medida a área de olho de lombo e a força de cisalhamento (maciez). Não houve efeito (P>0,05) do sistema de terminação sobre o peso e o rendimento dos principais cortes da carcaça. Cordeiros desmamados e confinados apresentaram (P<0,05) espessura mínima (2,07mm) e máxima (3,60mm) de gordura de cobertura no lombo maior que de cordeiros terminados em pasto de Tifton-85, com ou sem desmame. Cordeiros desmamados e terminados em pasto apresentaram maior (P<0,05) força de cisalhamento (3,29kgf cm-1) indicando menor maciez da carne. Os sistemas de terminação em confinamento ou em pasto, com ou sem desmame, não apresentaram efeitos sobre o desenvolvimento muscular, porém influenciaram na deposição de gordura e maciez da carne de cordeiros.


Loin characteristics and carcass cuts in Suffolk lambs finished on pasture and feedlot
Abstract

This work evaluated measurements of the loin and weights and yields of carcass cuts of Suffolk lambs finished on four systems: (1) lambs weaned at 60 days of age and finished on pasture; (2) lambs kept with their dams and finished on same pasture; (3) lambs kept with their dams and finished on same pasture with supplementation in creep feeding; (4) lambs weaned at 60 days and finished on feedlot. Lambs were slaughtered when average live weight reached 32-34kg. The carcasses were cutted after cooling and the left side was divided in loin, shoulder, leg, false and true ribs, neck and breast. On Longissimus lumborum (loin eye), it were registered maximum width, maximum depth and minimum fat thickness. It were measured loin eye area and shear force. There were no finishing systems effects (P>0.05) for cuts weight and yield. Lambs weaned and finished on feedlot presented higher (P<0.05) minimum fat thickness (2.07cm) and maximum fat thickness (3.06cm) in loin than lambs finished on Tifton-85 pasture, with or without weaning. Lambs weaned and finished on pasture presented higher (P<0.05) shear force (3.26kgf cm-1), suggesting lower meat tenderness. Finishing systems did not affect muscle development, but it showed influence on meat tenderness and fat covering.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir