#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 58 - Número: 2 - Pg: 135-143 - Ano: 2001


Autores
João Batista de Andrade, Evaldo Ferrari Júnior, Rosana Aparecida Possenti, Frederico Fontoura Leinz, Diorande Bianchini, Carlos Frederico de Carvalho Rodrigues


Valor nutritivo da cana-de-açúcar na forma de silagem ou ”in natura”
Resumo

Quatro ensaios foram desenvolvidos no Instituto de Zootecnia, em Nova Odessa, SP, para avaliar o valor nutritivo da cana-de-açúcar nas formas “in natura” e silagem, tratadas com hidróxido de sódio ou com uréia. Em cada ensaio testou-se as doses de 0, 40, 80 e 120 kg de rolão de milho/tonelada de cana-de-açúcar tratada. Os ensaios foram desenvolvidos segundo o delineamento de blocos ao acaso com quatro repetições, os quais foram analisados em conjunto. Observou-se que, embora o tratamento com hidróxido de sódio aumentasse a digestibilidade da matéria seca, a utilização de cana-de-açúcar picada, tratada com uréia e adicionada de rolão de milho  apresentou vantagens  sobre os outros tratamentos, pelos maiores consumos de matéria seca e de nutrientes digestíveis totais.


Nutritive value of sugarcane as silage or chopped
Abstract

At Instituto de Zootecnia, Nova Odessa, SP, four experiments were carried out: silage of sugarcane treated with sodium hydroxide, silage of sugarcane treated with urea, shopped sugarcane treated with sodium hydroxide and shopped sugarcane treated with urea, all with addition of ground corn ears, to evaluate the nutritive value of the sugarcane. It was used the randomized block design, with four replications. The evaluation of four experiments, together, showed that, though the treatment with sodium hydroxide increased dry matter digestibility, chopped sugarcane with urea was the best treament, considering the dry matter and total digestible nutrients intake.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir