#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 58 - Número: 2 - Pg: 215-229 - Ano: 2001


Autores
Luiz Carlos Assef


Pennisetum clandestinum, gramínea pouco estudada no Brasil
Resumo

Logo após a introdução do quicuio (Pennisetum clandestinum Hochst. Ex. Chiov.) no Brasil e durante alguns anos os pesquisadores enalteceram suas qualidades como planta forrageira, mas logo foi deixado no esquecimento. Para tentar descobrir as razões desse desinteresse foi feita uma revisão bibliográfica que mostrou as qualidades forrageiras do quicuio superando suas deficiências, que se referiam mais à falta de sementes no comércio, ao perigo como planta invasora de áreas de cultivo e às exigências em fertilidade, problemas que foram superados com o aparecimento de sementes à venda no mercado, o desenvolvimento do uso de herbicidas e a possibilidade do uso econômico de fertilizantes. Não foi possível descobrir um motivo relevante que explicasse o desinteresse  pelo quicuio.


Pennisetum clandestinum, a forage grass little studied in Brazil
Abstract

When Kikuyugrass (Pennisetum clandestinum Hochst), Ex Chiov.)  was introduced in Brazil, during some years it was exalted as a good quality forage grass, however soon after it was forgotten.  Trying  to discover   the reasons, we did an extensive review that shows   Kikuyugrass   forage qualities overcoming its deficiencies. Those refer   mainly to a unavailability of seeds, to its threat as a weed in cultivation lands and to a high fertility requirement. All these problems were solved with new seed productive varieties, with the use of  herbicides  and the economic use of fertilizers. It was not possible to discover a feasible  reason to explain the lack of interest for  Kikuyugrass .


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir