#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 69 - Número: 2 - Pg: 099-107 - Ano: 2012


Autores
Vivian Lo Tierzo, Dirlei Antonio Berto, Regina Maria Nascimento Augusto, Lucélia Hauptli, Gabriela de Mello, Luiz Fernando Monteiro Tamassia, Fabiana Golin Luiggi, João Paulo Franco da Silveira


Ácido fumárico e quelato de cálcio e fósforo na ração de leitões desmamados
Resumo

Foram realizados dois experimentos com objetivo de avaliar os efeitos do ácido fumárico e de diferentes fontes de cálcio contendo fósforo, adicionados nas dietas de leitões desmamados, sobre o desempenho (E1) e morfometria intestinal (E2). Utilizaram-se 96 e 32 leitões desmamados aos 21 dias de idade, com pesos médios de 5,66 ± 0,44kg e 5,34 ± 0,45kg, no E1 e E2, respectivamente. Os delineamentos experimentais foram em blocos casualizados, em arranjo fatorial 2 x 2 (níveis de ácido fumárico x fontes de cálcio e fósforo) no E1 e 2 x 2 x 2 (níveis de ácido fumárico x fontes de cálcio e fósforo x épocas de abate) no E2. Não foram encontradas diferenças (P>0,05) no consumo diário de ração nos períodos avaliados. A conversão alimentar foi melhor (P<0,05) no período de 0-17 dias, com fontes inorgânicas de Ca e P, entretanto, nos outros períodos não foram verificadas diferenças. As médias de altura de vilosidade (AV), profundidade de cripta (PC), e espessura de mucosa do duodeno e do jejuno, não diferiram entre os tratamentos. Não houve vantagem do uso de acidificante nas rações, contudo, a fonte orgânica de Ca contendo P estudada pode substituir as fontes inorgânicas nas rações de leitões, sem prejuízo no desempenho e na morfometria do intestino delgado.


Fumaric acid and calcium and phosphorus chelate in the diet of weaned piglets
Abstract

Two experiments (E) were carried out with the objective of evaluating the effects of fumaric acid and carbo-amino-fosfo-quelato of calcium diets of weaned pigs on performance (E1) and intestinal morphology (E2). A total of 96 and 32 pigs with initial mean weights of 5,66 kg ± 0,44kg and 5,34 ± 0,45kg , in E1 and in E2, were used respectively. Randomized block designs were used in both experiments, with a 2 X 2 factorial arrangement in E1 and a 2 X 2 X 2 factorial arrangement in E2. No interaction between acidifier, source of calcium and phosphorus were found for the variables studied in the two experiments. No treatment effects were found on daily feed intake in evaluating periods. Feed conversion from 0 to 17 days was better (P<0.05) when inorganic sources of Ca and P were fed; however, no difference was observed in other periods. The averages of villus height (AV), crypt depth (PC), AV: PC relationship and mucous membrane of the duodenum and of the jejunum didn’t differ among treatments. Considering the total nursery period, no benefit was found in using an acidifier, however the carbo-amino-fosfo-quelato of calcium studied may replace the inorganic sources in the diets of piglets, with no damage to performance and to intestinal morphology.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir