#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 55 - Número: 1 - Pg: 13-17 - Ano: 1998


Autores
M. S. Bueno, D. M. S. S. Vitti, E. A. Cunha, L. E. dos Santos, D. S. Roda


Níveis de fosfato bicálcico na alimentação de caprinos, digestibilidade aparente dos nutrientes da dieta
Resumo

Foram utilizados nove caprinos machos castrados da raça Alpina, com peso vivo médio de 34,7 kg, alojados em gaiolas de digestibilidade e distribuídos em dois blocos repetidos no tempo. Os animais receberam, durante 28 dias, dieta composta de feno (700g/dia) e concentrado (200g/dia) sem suplementação, com 5,2 ou 10,4g/dia de fosfato bicálcico (FBIC). Nos sete últimos dias mediu-se a produção de fezes para a determinação dos coeficientes de digestibilidade aparente (CD) da matéria seca (MS) e orgânica (MO), proteína bruta (PB), fibra bruta (FB), extrato etéreo (EE), extrativo-não-nitrogenado (ENN), fibra em detergente neutro (FDN) e nutrientes digestíveis totais (NDT). O aumento na ingestão de fosfato bicálcico ocasionou um aumento linear positivo (P<0,05) no teor de P plasmático, no CDMO e CDMS, sem, contudo, alterar a concentração salivar de P, o CDPB, CDFB, CDEE, CDENN, CDFDN e valores de NDT. Face ao aumento da digestibilidade de alguns nutrientes devido ao aumento da ingestão de FBIC, pode-se concluir que a dieta sem suplementação apresentou, provavelmente, níveis inadequados de Ca e P para a atividade microbiana no rúmen.


Dicalcium phosphate on goat feeding. Apparent digestibility of diet nutrients
Abstract

Nine Alpine castrated males goats averaging 34.7 kg, were kept in digestibility cages and allocated into two blocks. The animals remained 28 days in hay (700g/day) and concentrate (200g/day) diets without or with 5.2 or 10.4 g/day of dicalcium phosphate (FBIC). Feces outputs were measured on the seven last days to determine the apparent digestibility coefficient (DC) of nutrients. The increase in FBIC ingestion led to a linear increase (P<0.05) in the plasmatic P and in OMDC and DMDC, and did not change the salivary P neither CPDC, CFDC, NDFDC and TDN. The increase in the DC of some nutrients due to the increase in FBIC intake lead to the conclusion that levels of Ca and P in the not supplemented diet was insufficient for microbial activity in the rumen.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir