#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 52 - Número: 1 - Pg: 49-56 - Ano: 1995


Autores
D. P. D. Lanna, D. E. Bauman


Validação de metodologias para o estudo da lipase sensível a hormônio em vacas em lactação
Resumo

Este trabalho objetivou: a) desenvolver técnicas para mensuração da HSL(Lipase sensível a hormônio) em tecido adiposo de vacas em lactação;e b) medir a ativação da HSL por “segundos mensageiros” responsáveis pela fosforilação da HSL Utilizaram-se como substrato emulsões de trioleina radioativa (3H-trioleina). A emulsão foi preparada por sonicação em solução 0,1M de fosfato, pH= 7,0. A utilização da mistura de 2,5mg/ml de fosfatidilcolina e 1,5mg/ml de fosfatidiletanolamina como emulsificante proporcionou as maiores atividades. Obteve-se a enzima por homogeneização,centrifugação a 90.000xg, por 50 min e precipitação a pH= 5,2. Demonstrou-se linearidade da atividade em função da quantidade de enzima e tempo de reação. Obteve-se ativação da HSL in vitro com dibutiril AMP cíclico (dbcAMP), ATP, proteína quinase-A e MgCl2, sendo estes resultados os primeiros publicados na literatura, com bovinos. Para tecido adiposo de bovinos foram necessárias concentrações de 2mM de ATP e 3 μM de dbcAMP para maximizar a ativação da HSL. Estudos da cinética da HSL demonstraram que o Km da enzima bovina foi de 0,3 mM de trioleina. A ativação da HSL por dbcAMP, determinada em diversas concentrações de substrato, foi proporcionalmente maior em concentrações próximas ao Km, sugerindo que a ativação altera a interface enzima-gota de lipídeo. A metodologia parece adequada para medir a atividade da HSL e a ativação da enzima é função do aumento da afinidade da enzima pelo substrato.


Validation of methodologies for the study of horm one-sensitive lipase in lactating cows adipose tissue
Abstract

The objectives of this study were: a) to validate techniques to measure HSL in adipose tissue from lactating cows: and b) to measure activation of HSL by second messengers responsible for HSL phosphorylation. Radioactive labelled trioleine (3H-trioleina) was used as a substrate. The emulsion was prepared by sonication in a buffer solution containing 0.1M phosphate, pH= 7.0, which minimized interference of lipoprotein lipase in the assay. Utilization of a mixture of 25mg/ml de phosphatidil-choline and 15mg)ml phosphatidil-ethanolamine as emulsifiers produced the higher HSL activities. Enzyme was obtained by homogeneization, centrifugation at 90,000xg (50 min) and precipitation at pH= 5.2. Linearity of the assay was demonstrated for changes in amount of enzyme and reaction time. HSL was activated in vitro with cyclic dibutiril AMP (dbcAMP), ATP, protein kinase A and MgCl2, and these are the first published results in the literature for ruminants. Concentrations of 2mM ATP and 3 μM dbcAMP were necessary to maximize activation of HSL. Kinectic studies of HSL demonstrated that the Km for the bovine enzyme was 0.3mM of trioleina. Activation of HSL by dbcAMP, determined in various concentrations of substrate, was proportionally higher in concentrations near Km, suggesting that activation alters the interface enzyme-lipid droplet, and not the turnover number. In conclusion, the methodology allows the determination of HSL activity and the activation of the enzyme appears to be the result of increased affinity for the substrate


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir