#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 51 - Número: 2 - Pg: 139-142 - Ano: 1994


Autores
M. J. L. Neto, E. A. da Cunha


Comparação de métodos estimativos da produção de leite de ovelhas à pasto
Resumo

No presente ensaio trabalhou-se com 24 ovelhas em lactação, da raça Santa Inês, entre a segunda e a quinta parição. Estimou-se a produção de leite pela ordenha manual (método 1) e pela pesagem do cordeiro pré e pós amamentação (método 2). A coleta de dados foi feita da primeira à oitava semana de lactação. A produção média de leite, em gramas, para os métodos (1) e (2) foram respectivamente 395,8 e 320,0; 790,8 e 679,1; 831,6 e 707,5; 810,8 e 745,0; 809,1 e 780,0; 930,8 e 829,1; 592,5 e 553,3; 558,3 e 349,1. Não houve diferenças significativas entre os tratamentos, da primeira até à sétima semana, tendo sido observada diferença significativa (P<0,01) na oitava semana, quando a produção de leite foi acentuadamente menor no método 2. Isto se atribuiu ao fato de os cordeiros já estarem consumindo alimentos volumosos. Quanto às percentagens de gordura e proteina do leite, observou-se na primeira, terceira, quinta, sétima e oitava semanas os valores 6,45 e 5,85; 6,55 e 4,56 ; 6,56 e 4,25; 6,00 e 4,83; 6,86 e 5,32; respectivamente.


Comparison of estimative methods of milk production in grazing ewes
Abstract

In this paper, 24 Santa Inês lactating ewes between the second and de fifth parturition were studied. Milk production through handmilking (method 1) and through liveweíght gains of suckling lambs (method 2) was estimated. The data were collected first to the eighteth lactation week. The average milk production, in grammes, for methods (1) and (2) were, respectively: 395.8 and 320.0; 790.8 and 679.1; 831.6 and 707.5; 810.8 and 745.0; 809.1 and 780.0; 930.8 and 829.1; 592.5 and 553.3; 558.3 and 349.1. There was no significant differences between treatments from the first to de seventh week, while a significant difference (P<0.0 1) was observed in favour of method (2), at the eighth week, when milk production was markedly lower, which was ascribed to the fact that the lambs were already grazing. The milk fat and protein percentages observed in the first, third, fifth, seventh and eighth weeks were 6.45 and 5.85; 6.55 and 4.56; 6.56 and 4.25; 6.00 and 4.83; 6.86 and 5.32, respectivly.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir