#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 50 - Número: 2 - Pg: 101-106 - Ano: 1993


Autores
G. P. Guaragna, B. do E. S. de Campos, M. I. de A. Barbosa


Relação entre pesos e medidas de fêmeas leiteiras do tipo mantiqueira
Resumo

Fêmeas do tipo mantiqueira foram pesadas (P) e medidas (perímetro toráxico - PT, altura - A e comprimento do corpo - CC), durante três anos, em duas épocas do ano, janeiro e julho, num total de 974 conjuntos de observações. As novilhas de um ano até o final da 1ª lactação eram filhas de 11 touros. As variáveis P, PT, A e CC foram analisadas pelo método dos quadrados mínimos cujo modelo matemático inclui os efeitos fixos de ano, época e efeitos lineares quadráticos e cúbicos de idade do animal e aleatórios de touro e novilha dentro de touro. Não foram significativos os efeitos de época para peso e o efeito linear de idade para peso, perímetro, comprimento e altura. Os efeitos quadráticos e cúbicos de idade e os demais efeitos do modelo foram significativos para todas as características. Foram obtidas as seguintes correlações genéticas e fenotípicas: P-PT 0,970 e 0,782; P-CC = 0,837 e 0,403; P-A = 0,654 e 0,570; PT-CC = 0,850 e 0,385; PT-A = 0,736 e 0,553; CC-A = 0,687 e 0,443. A seleção para qualquer uma das características provoca ganhos nas demais, devido às correlações genéticas altas e positivas entre elas. PT foi a melhor medida para predizer o peso.


Body weight, length, height and chest perimeter in dairy heifers of mantiqueira type
Abstract

Females of Mantiqueira type were weighted (P) and had their chest perimeter (PT), height (A) and body lenght (CC), measured during three years, two times year (January and July), resulting in a total of 974 observations. The heifers were daughters of 11 bulls. The variables P, PT, A and CC were analysed by the least squares method using models with the fixed effects of year, season and linear, quadratic and cubic effects of age of the animal and the random effects of sire and heifers within sire. Except for the effects of season for weight, and the linear effects of age, for weight, perimeter, length and height, all fixed effects were significant (P <0.05). Genetic and phenotipic correlations were: 0.970 and 0.782 for P and PT; 0.837 and 0.403 for P and CC; 0.654 and 0.570 for P and A; 0.850 and 0.385 for PT and CC; 0.736 and 0.553 for PT and A and 0.687 and 0.443 for CC and A. Selection for any of the traits, results in gains in the others, due to high and positive genetic correlations. PT was the best measurement to estimate body weight.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir