#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 41 - Número: único - Pg: 183-192 - Ano: 1984


Autores
A. J. Lourenço, E. Matsu, I. A. Júnior


Variações de valores de δ13 C nas fezes, leite e sangue de vacas em lactação mantidas em pastagem exclusivas de gramíneas ou consorciadas
Resumo

O experimento foi conduzido na Estação Experimental Central, do Instituto de Zootecnia, em Nova Odessa (SP), durante o período novembro 1980—abril 1981, e a determinação de isótopos naturais de carbono, através da espectrometria de massa realizada no Centro de Energia Nuclear na Agricultura — Piracicaba (SP). O trabalho visou avaliar, mediante determinação de δ13c nas fezes, a proporção de leguminosa e gramínea na dieta ingerida por vacas em lactação mantidas em pastagens consorciadas. Visou também correlacionar os valores de δ13C determinados nas fezes, leite e sangue dos mesmos animais. O experimento constou de duas fases: na fase I, as vacas foram estabuladas recebendo silagem de milho (C-4) e feno de soja-perene (C-3) para coleta de amostras de fezes, leite e sangue. Na fase II, os tratamentos consistiram em quatro tipos de pasto: A) green panic (Panicum maximum Jacq., var. trichciglume cv. Petrie) exclusivo; B) green panic consorciado com soja-perene (Neonoronha wightii); C) setária (Setaria anceps Stapf. cv. kazungula) exclusiva; D) setária consorciada com soja-perene. Utilizaram-se quatro vacas em lactação por tratamento. Para avaliação qualitativa da forragem selecionada empregaram-se bovinos mestiços fistulados no esôfago. Os resultados mostraram que: 1) Os valores de δ13C encontrados nas fezes e no leite de vacas em lactação modificaram-se rapidamente nos três primeiros dias após a mudança da alimentação com silagem de milho para feno de soja, enquanto no sangue a variabilidade foi pequena; 2) Os valores de C nas fezes, leite e sangue das vacas em lactação mantidas em pastos consorciados (gramínea + leguminosa) foram mais negativos do que os obtidos com os animais em pastos de gramínea exclusiva, demonstrando haver um consumo efetivo de soja- -perene pelas vacas mantidas nas pastagens consorciadas; 3) Houve maior consumo de soja-perene pelas vacas em abril do que em janeiro, demonstrado através dos resultados de δ13C nas fezes dos animais; 4) Os coeficientes de correlação obtidos foram altamente significativos (P < 0,01) entre fezes e leite = 0,90, sangue e leite = 0,61, e significativos (P < 0,05) entre fezes e sangue = 0,48; 5) Os teores de proteína bruta da forragem disponível e da dieta selecionada nos pastos consorciados apresentaram-se mais elevados do que os obtidos nos pastos exclusivos, em razão da participação da leguminosa.


Variations δ13 C values in faeces, milk and blood of lactating cows in grass-legume pastures
Abstract

The trial was carried out at the Estação Experimental Central of the Instituto de Zootecnia, in Nova Odessa. State of São Paulo, Brazil. The ratio of natural 12C and 13C isotopes in the feed, faeces, milk and blood of lactating cows were determined in the Centro de Energia Nuclear na Agricultura - Piracicaba, State of São Paulo. Using this technics it was. evaluated the proportion of C-3 species (tropical legumes) and C-4 species (tropical grasses) selected by lactating cows grazing grass-legume pastures and the correlation of the δ13C values determined in the faeces, milk and blood. The work was carried out in two steps: step I - lactating cow were penned and fed com silage alone or perennial soybean hay substituting for corn silage; step II - the lactating cows were mantained in different pasture treatments as follows: A) green panic with nitrogen fertilization; B) green panic mixed with perennial soybean; C) setaria cv. Kazunyula with nitrogen fertilization; D) setaria cv. Kazungula mixed with perennial soybean. The results showed that: 1) The δ13 C values in the faeces, milk and blood of lactating cows grazing grass-legume pastures were more negative than those of the cows grazing grass alone, demonstrating to have an effective intake of perennial soybean by the cows grazing the mixed pasture; 3) There was more intake of perennial soybean by the cows during April (autmn) than January (summer). This was showed by the results of the δ13C values in the faeces; 4) The correlation coefficients were highly significative (P < 0.01) between faeces and milk = 0.90, blood and milk 0.61, and significative (P < 0.05) between faeces and blood = 0.48; 5) The crude protein contents either of the forage available or the diet selected by esophageal fistulated steers were higher in the grass-legume pastures than in the single grass pastures.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir