#cancerdemama            #outubrorosa

PUBLICAÇÕES >> Dissertações de Mestrado
Qualidade seminal de carneiros Morada Nova suplementados com resíduo de macadâmia e gordura protegida

Autores
Damares Betega Pereira

Resumo

A macadâmia é uma nogueira nativa da Austrália que se adaptou bem às condições climáticas do sudeste e centro-oeste brasileiro, colaborando para que o Brasil se tornasse, em 2005, o sétimo maior produtor mudial, com produção estimada, em 2006, de 3,350 toneladas. A utilização de novas alternativas como subprodutos das agroindústrias e resíduos de colheitas podem trazer benefícios como fontes de ácidos graxos para a composição de dietas dos pequenos ruminantes, nas diferentes regiões do Brasil, garantindo, em muitos casos, a maior disponibilidade de alimentos, melhores resultados produtivos e reprodutivos, aumentando a qualidade dos produtos (carne/leite/cordeiros) e reduzindo a emissão de metano As características seminais devem ser levadas em consideração na seleção dos reprodutores, sendo que a análise do sêmen possibilita avaliar a fertilidade do carneiro, permitindo obter importantes conclusões a partir dos seus resultados. A suplementação de gordura pode elevar as concentrações de colesterol sanguíneo, metabólito precursor dos hormônios esteroides que constituem membranas biológicas e possuem atividades biológicas específicas e essenciais, como, por exemplo, participar da síntese dos ácidos biliares, da vitamina D, atuar no eixo hipotalâmico pituitário dos machos, onde o hipotálamo através do hormônio liberador de gonadotrofinas (GnRH), estimula a hipófise anterior a secretar os hormônio luteinizante (LH) e o hormônio folículo estimulante (FSH). Objetivou-se avaliar a qualidade seminal de carneiros Morada Nova suplementados com resíduo de macadâmia e gordura protegida. O experimento foi realizado no Instituto de Zootecnia, localizado em Nova Odessa-SP, com 24 carneiros da raça Morada Nova com idades de 18 (n = 12) e 30 meses (n =12) alojados em baias individuais e distribuídos em 4 tratamentos, conforme as dietas. Os tratamentos foram: dieta controle, 50g (MAC 50) e 150g (MAC 150) de resíduo de macadâmia e 50g de gordura protegida (Megalac®, ME) adicionados ao concentrado por dia. A suplementação foi realizada durante 75 dias de experimento, quando foram realizadas 4 colheitas de sêmen sendo: antes do início da suplementação (dia 0) e 30, 60 e 75 dias, após o mesmo. O sêmen foi colhido com auxílio de vagina artificial, e tubo graduado, para mensuração do volume, avaliação do aspecto, motilidade, vigor, turbilhonamento, concentração e morfologia, nas colheitas com 60 e 75 dias o sêmen foi congelado para realização, após descongelamento das avaliações integridade de membrana plasmática (eosina/nigrosina), integridade de acrossomo (POPE) e atividade mitocôndrial (DAB). Foi feita a análise de variância das características físicas, morfológicas e das variáveis DAB, EOS e POPE (PROC GLM, SAS). As médias foram comparadas pelo teste “SNK” a 5% de probabilidade. Nas condições em que o trabalho foi desenvolvido conclui-se que com a inclusão de 50g e 150g de resíduo de macadâmia e 50g de gordura protegida na dieta não é possível verificar o efeitos desses suplementos sobre os aspectos quantitativos e qualitativos do sêmen fresco e pós-descongelamento de carneiros Morada Nova.

Palavras-chave: fontes de energia, ovinos, produção animal, sêmen.

Íntegra (PDF)


Veja todas as publicações



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir